terça-feira, 20 de agosto de 2013

Rendendo-me ao Kindle e à Publicação Virtual




Há algum tempo, dei aos meus alunos de inglês um texto sobre e-readers - leitores de e-books - e debatemos sobre a possibilidade de, um dia, os livros impressos serem substituídos pelos livros virtuais. O texto no qual trabalhamos falava mais especificamente sobre o Kindle, o e-reader da Amazon. Naquela época (até parece que foi há muito tempo, mas na verdade, foi em 2010) o Kindle era uma plataforma muito básica de leitura, com poucos recursos. Eu pensava que jamais substituiria meus livros de papel pelos livros virtuais. Gosto de fazer minhas anotações, sentar-me ao sol com meus livros e ler na cama. Achava que um leitor de e-books não me proporcionaria este prazer, pois pensei que a tela não ficaria bem visualizada em ambientes muito escuros ou à luz do dia. Também achava que a bateria do dispositivo seria uma preocupação, já que apesar de tanta tecnologia que vemos nos dias de hoje, as baterias dos smartphones deixam muito a desejar, e pensei que seria a mesma coisa com os e-readers.

Mas recentemente, com a publicação de dois livros no Amazon, decidi comprar o Kindle. Uma escolha muito acertada, pois estou adorando; para quem gosta de ler, é uma ferramenta útil e confortável! Imaginem só, estar em casa sem ter muito o que fazer e poder acessar uma livraria com milhares de títulos e baixar os que desejar para o seu leitor em questão de segundos! Sem falar nos mais de mil títulos cujo download é gratuito. Estou me sentindo nas nuvens!

O Kindle é pequeno, bonito e leve; a iluminação da tela pode ser adaptada de forma que  tanto a  leitura ao ar livre (até mesmo sob sol forte) ou em ambiente escuro seja feita com todo conforto, sem cansar a vista; podemos escolher também a fonte que desejarmos e o tamanho das mesmas. Posso ler sem meus detestáveis óculos. E mais: posso selecionar trechos e fazer anotações pessoais! Melhor impossível! E a bateria é quase um milagre: se o wi-fi estiver desligado, ela dura até oito semanas! 

Começo a acreditar que muitas portas se abrirão para nós, autores mundialmente desconhecidos; e mesmo que permaneçamos mundialmente desconhecidos - afinal, todo mundo diz que somos maravilhosos e que deveríamos publicar livros, mas quando o fazemos, ninguém compra - teremos o prazer de ver os nossos trabalhos lá, guardados para a posteridade... quem sabe, sobrevivendo à hecatombe final e sendo redescobertos daqui a milhares de anos por uma civilização adiantada.

Publicar na Amazon  é relativamente fácil, e sem custos (Helena Frenzel: minha dificuldade deveu-se à minha característica de anta virtual, e o suporte deles é o melhor que já vi; deixei o número de telefone lá e em menos de dez segundos recebi uma ligação). Meu primeiro livro, "A Ilha dos Dragões," teve alguns problemas de formatação devido a uma figura que coloquei na primeira página, e que passou a ocupar as cinco primeiras páginas do livro; terei que reformatá-lo e reenviá-lo, o que ainda não deu tempo de fazer. Mas o texto está perfeito.

O segundo livro, de poemas, "Sempre Cada Vez Mais Longe," ficou direitinho. Está lindo, lindo, lindo!  E os preços são muito em conta. Quem estiver interessado em dar uma olhada, pode ir na loja da Amazon e procurar minha página de autora - Ana Bailune. Meus bebês estarão lá, e logo aumentarei a prole.

ps: Não recebi um tostão para escrever este texto. Juro. Mas o que é bom merece divulgação.

ps: o conteúdo dos livros da Amazon podem ser visualizados em outros aparelhos, como o iPad, iPhone e até mesmo em seu computador.





7 comentários:

  1. amei saber , eu só te aplaudo cada vez mais. eu quero adiquirir seus novos livros, por favor me informe os detalhes ta . bjos e parabens mil vezes. olguinha

    ResponderExcluir
  2. Ana, muito legal descobrir tais facilidades. Parabéns por adaptar-se e repassar as suas experiências. Sucesso! Anita.

    ResponderExcluir
  3. Felicito-te profundamente, ANA !

    E se o livro tiver só imagens fotográficas que, inclusivé, podem ser A4 ?

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. legal este post...
    bom você e muitos outros literários já foram descobertos e aprovados rs...
    namastê!

    ResponderExcluir
  5. OI ANA!
    FUI LÁ NO SITE DA AMAZON E VI TEU LIVRO LÁ O "SEMPRE CADA VEZ MAIS LONGE", LI ALGUNS DE TEUS TEXTOS, ACHEI TUDO MUITO LINDO E QUERO TE DESEJAR A MAIOR SORTE DO MUNDO, TOMARA QUE VENDAS MUITOS LIVROS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Pois fiquei super feliz em ver que deu certo desta vez, indiquei a Amazon pois tive ótimas referências de outros autores e me surpreendi com a sua dificuldade inicial para publicar. Mas é assim mesmo, Ana, persistência é requisito para permanecer em qualquer plataforma, pois perfeição não existe e nem tudo funciona como a gente quer. Fico mais feliz ainda em saber que você agora tem um eReader e que está curtindo as vantagens do livro digital. Nada impede de termos os dois formatos à disposição: livro impresso e livro digital. Parabéns, parabéns! Muito sucesso nas vendas. P.S.: não garanto comprar pois não tenho Kindle, tenho outro eReader compatível, mas prefiro comprar no iBookstore por ser mais prático para mim. Abraços!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

COMO MANTER A CALMA???

Eu estou na santa paz do meu lar, tentando meditar a fim de tornar-me uma pessoa melhor, quando o telefone toca. É um daqueles ...