sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Evidências







Evidências


Você traiu minha tristeza,
E o beijo quente do sol
Deixou suas marcas rosadas
Por sobre as suas bochechas.

Trançados nos teus cabelos
O acre perfume das ruas,
E mil reflexos da lua...

Acordes de uma canção
Ainda vibram em solfejos
No tamborilar alegre
Que escapa dos teus dedos!

Você traiu minha tristeza
Ao colocar sobre a mesa
Um vaso de flor do campo...

Nos teus ouvidos, sussurros...
Ainda ecoam os risos
Partilhados com amigos!

Nas tuas palmas, aplausos,
No teu olhar, o espetáculo
De um iluminado palco
Aonde deram-se as danças
daquele alegre teatro!

Você traiu minha tristeza,
E nem adianta negar
Diante de tantos fatos!

6 comentários:

  1. E quando há a traição é fogo! Linda inspíração! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo Ana. Para trair a tristeza só sendo alegre.
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. Uma magnífica imagem para um belo poema, ANA !
    Mas, pelo que te tenho acompanhado, julgo adivinhar que um enorme desgosto se atravessou na tua vida...
    Deus permita que esteja bem enganado.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Pura inspiração o seu blog.
    Beijos e feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. Imagem fantastica e inspiradora para o poema de alta sensibilidade.
    Sempre uma emoção em ver suas bem elaboradas poesias bem inspiradas.
    Meu abraço com carinho Ana.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

MISTÉRIO

  Existe um jardim, e nele, uma flor Que todos procuram Embora alguns digam que ela não é. E muito se diz sobre a sua cor: Vermelha o...