domingo, 4 de agosto de 2013

O Sonho





O Sonho


Pés dentro da água,
Cabeça nas nuvens,
Coração no vento.

Tudo assim, etéreo,
Envolto em mistério,
Segredo, sussurro.

Silêncio! -Ela dorme,
Igual a quem morre,
No vão do absurdo...

A cripta aguarda,
A alma se esquece
Querendo ficar.

Silêncio, silêncio,
Se ela acordar,
Ah, se ela acordar!...

6 comentários:

  1. Ah! Se acordar... LINDA inspiração,Ana! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Ai, ANA, se eu sonhasse assim e ao acordar fosse capaz de escrever um poema assim !

    Um beijo no etéreo sonhar.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana.
    O sonho ou os sonhos.
    Eu viveria pela metade se não fossem os meus sonhos e o desejo de concretizá-los.
    Ainda mais quando estão neles pessoas que amo de coração.
    Paz e Luz.
    E sonhe.
    Ótima e abençoada semana.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá ana querida


    Lindo poema...
    Sonhos....
    Adoro!

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  5. Olá Ana querida


    Adorei o poema.
    Sonhos são sempre misteriosos.
    E os seus são maravilhosos.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  6. muito lindo. eu ja li acho que la no seu site do recanto. bjao !!olguinha

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

REFLEXÃO

Já muito andei sem enxergar, sem ver, O que me fez e me desfez, a fome... "Ana" é o nome que alguém me deu, M...