quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Laconismo






A gente vai - e isto é certo.
Há flores e cores no caminho,
Há dores,
Há desertos.

Laconicamente passamos,
Quase sempre, nem prestamos 
A atenção que a vida merece;
No fim de tudo,
Resumimos toda uma existência
Numa pálida prece.



7 comentários:

  1. Precisamos usar nosso sal , sorriso e afeto para deixarm
    os nossa trilha pela vida e viver intensamente, porque tudo caminha para o fim.,
    Versos tristes, porém verdadeiros.

    bj amiga

    ResponderExcluir
  2. Lindo, sensível. Sempre uma prece, no final.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Talvez... A vida é senão uma tábua plena de ensinamentos. Cabe a nós assimilarmos este aprendizado. Se ele futuramente, em outras vidas pode ser aproveitado? Creio que sim, senão estaríamos ainda no tempo da pedra, descobrindo a roda. Lindos versos poetisa, parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo! Que possamos fazer uma prece em todos os instantes, felizes ou não e agradecer ao Senhor da Vida pela oportunidade de "ainda" estarmos por aqui... Aproveitemos! Um abraço...

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana, às vezes, nem a prece conseguimos, abraços carinhosos Maria Teresa

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...