terça-feira, 4 de junho de 2013

Photoshop da Memória





Quando a gente lembra de algum fato do passado, vem à nossa cabeça imediatamente aquele sentimento de que tudo era bem melhor. Lembramos dos nossos dias de infância como um período mágico, os tempos em que todos eram felizes, se davam bem, tinham tudo o que precisavam e a vida... bem, a vida era alguma coisa que acontecia naturalmente.

Até mesmo os dias chuvosos passados dentro de casa assistindo à Sessão da Tarde (agora que fazem parte apenas da memória) eram cheios de beleza! Recordamos os bolinhos de chuva, o jogo de varetas, o cheirinho de café pela casa... mas não nos lembramos do quanto reclamávamos do tédio de não poder sair para brincar lá fora. E nem das muitas coisas que desejávamos ter, mas que nossos pais não tinham recursos para nos proporcionar.

É que o tempo, conforme passa, é submetido ao photoshop da memória; tendemos a lembrar o que era bom. A não ser os pessimistas, que fazem photoshop ao contrário, e só recordam o que foi ruim. Pensando bem, a vida é só a vida, e sempre existirão bons e maus momentos em qualquer época. Conforme vamos amadurecendo, - se realmente amadurecermos, e não apenas ficarmos mais velhos - percebemos que tudo vale a pena, e que até mesmo dos momentos ruins é possível tirar alguma coisa boa.

Os bons tempos podem ser agora. Os maus, também. E isto depende bem menos do que nos acontece do que da maneira como encaramos os fatos. É um cliché, e eu sei disso; mas é a mais pura verdade, e a vida é um cliché.




8 comentários:

  1. :)
    É incrível mesmo como gostamos de dizer que antigamente era melhor. Sendo que o melhor está dentro de nós!

    Bjs e obrigada pelo carinho no meu bloguito!

    ResponderExcluir
  2. É bem verdade...Depende do nosso olhar pra vida! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida Ana
    Gosto tanto de recordar as coisas boas da vida que tenho um blog só pros momentos com filhos e to criando um pros netinhos... fora os meus... com inúmeras recordações já postadas...
    Inclusive estou a postar, programadamente, umas cartinhas minhas que escrevi aos 8 aninhos...
    Dar uma fotografada com o coração nos momentos da vida é bom demais!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  4. É verdade!Costumamos achar que éramos felizes e não sabíamos!...rsss...excelente reflexão e sabe que adoro seus textos!bjs,

    ResponderExcluir
  5. Mais um belo texto, ANA !

    Eu bem me lembro de TUDo do tempo de criança ( ou mais crescidinho ).
    Realmente, tudo era bem diferente !
    Não havia TV e a rádio só começava às 6 da tarde !
    Agora, não há tempo para nada e andamos numa lufa-lufa permanente e a perder eventos fantásticos que acontecem diariamente em nossa cidade e programas bons ( bons mesmo ) que passam na TV !
    Os tempos actuais não são VIDA para ser vivida, sentida com calma e tranquilidade.
    Mas, que fazer ? São O NOSSO TEMPO e temos que o viver da melhor forma que formos capazes.


    Um beijo muito amigo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana
    É a mais pura verdade, o tempo bom é agora, basta que saibamos tirar proveito do que a vida nos oferece no momento.
    Bjux

    ResponderExcluir
  7. Há verdade em suas colocações. Reclamávamos, realmente, esperando que o futuro nos trouxesse dias melhores (rss). E quando olhamos para trás vemos que nossos momentos de paz, tranquilidade, harmonia familiar... eram tudo de bom. Mas o nosso tempo é, de fato, hoje. Para viver com intensidade. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...