quinta-feira, 13 de junho de 2013

O Mundo nas Pontas dos Pés


Imagem: João Menerés


Este poema é fruto de uma parceria com João Menerés, que cedeu-me a imagem. Ele é do blog Grifo Planante





O Mundo nas Pontas dos Pés


Movimentos quase lânguidos
Braços desenhando encantos,
Abraçando imaginárias
Nuvens de Agapantos brancos.


O mundo nas pontas dos pés,

Tocando a terra em silêncio...


Os dedos em desenvoltos 
E graciosos movimentos
Marcam as notas do piano
Passeando etereamente
Sobre as teclas, em stacato.


Mais um rodopio, um passo,
Ali, uma pirueta
E o final apoteótico
Da bailarina que para
Em pose de estatueta.


6 comentários:

  1. Oi Ana
    Esse mundo é fascinante, encanta os olhos e a alma.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Esta imagem foi para um concurso na net.
    A votação é dada pelos participantes.
    Não foi muito apreciada ( a imagem ) e eu fiquei triste.Embora seja a feijões, noto muita parcialidade nos votos que são dados para eleger as cinco mais votadas...
    o que é importante é o teu poema, ANA !

    Um beijo grande, amigo e grato por teres postado neste teu belo espaço LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo! A imagem e o poema, amo dança, bailarina eu quis ser, quando criança até tentei, mas ficou só no desejo primário, minha filha também fez o mesmo, aprendeu um pouco de deixou de lado, acho que não nascemos para o bailado!
    Mas isso não me impede de apreciar tão linda arte, linda mesmo!
    Amei o poste minha linda amiga Ana!Parabéns!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Esses pés, em seus movimentos, nos deixam sem palavras. Esse bailado é de uma beleza mágica. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Poema super delicado, exatamente como esses pézinhos.
    Parabéns aos dois pelo tema escolhido e pela beleza dos versos!

    bacios
    :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Exageros

    Assisti a um vídeo na internet no qual uma drag queen montada dava palestras em uma escola para crianças que, aparentemente, t...