Êxtase






Uma rosa se abriu
No fundo do meu jardim. 
Foi assim, de surpresa, 
Hoje de manhã. 


Êxtase: 
Beber da sua imagem, 
Sentir sua textura, 
Cheirar sua essência, 
Sentir ciúmes 
De uma abelha... 


Rodeá-la, 
A procura de ângulos
de beleza escondida... 
Experimentar imagens, 
Surpreender-me: 
Espetar-me 


E achar maravilhoso...

Comentários

  1. Poema maravilhoso Ana...de uma sutileza fascinante.
    Beijos e boa semana,
    Valéria

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, como é lindo ver que pequenas felicidades podem inspirar dessa forma tão bela como teus versos.
    Fiquei fascinada diante da beleza da SUA rosa - valeram até os espinhos.

    bjs
    boa semana

    ResponderExcluir
  3. Belo poema, imagens lindas que cria na imaginação. E como é bom quando uma rosa vem de repente a enfeitar e perfumar o jardim da nossa vida! Renovam-se as esperanças.
    Abraços. Daniel.
    http://dagarpower.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Iniciou a primavera e os poetas ficaram deliciosos! Interessante a ligação e pega os leitores com alma florida também.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

Sentidos

VIDA