LUVAS




As luvas
Nem sempre são leves
Mas elas só servem
Em quem bem as calça.


Comentários

  1. Gostei da musicalidade da luvas, digo, do poema.
    Agradeço aqui tua visita ao meu modesto espaço.
    Um abração. Tenhas um ótimo dia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

VIDA

Sentidos