quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

CAI






Cai a estrela
Roubada do céu.

Desce num raio
De cores e luzes,
Tão rapidamente...

Deixa no espaço
Um rastro comprido
Que é logo apagado
 Assim que surgido.

E dela, o que fica?
Relâmpago visto,
Relance de encanto,
Mas nem mesmo um pranto
Do rosto da vida...

Amargo destino
De estrela caída!...




5 comentários:

  1. Mas nem mesmo um pranto
    Do rosto da vida...

    Amargo destino
    De estrela caída!...


    Sabes quanto gosta de Poesia assim !

    Um beijo, ANA.

    ResponderExcluir
  2. Sem rastro esta estrela não pode deixar , está bem escondida.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ana fico admirada e encantada, você é pura poesia, abraços carinhosos Maria Teresa

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Preciso de um Chão

Preciso de um chão firme, Que me dê segurança Para deixar a cabeça nas nuvens Sem medo de tropeçar. Preciso de um chão ...