segunda-feira, 12 de maio de 2014

Atire a Primeira Pedra!




A mão da justiça não deve ser leve nem pesada demais. Em ambos os casos, sendo demasiadamente leve ou pesada, ela torna-se complacente com o crime - aquilo que deveria combater. É muito difícil pesar a justiça, e tomá-la nas próprias mãos é a maneira mais rápida e fácil de desvirtuá-la.

Todo mundo tem uma pedra guardada na manga do casaco, e não vê a hora de jogá-la contra alguém. Vivemos tempos violentos, onde pensar tornou-se esforço demais, e as pessoas se deixam levar por boatos sem nenhuma base ou critério, elegendo líderes cretinos e aproveitadores. Basta que alguém tenha a voz mais alta ou o discurso mais floreado e aponte um caminho qualquer, e logo uma turba enfurecida e acéfala o seguirá, sem pensar e sem pesar os fatos, tal qual uma manada de celerados.

Por isso, eu temo os líderes e seus 'movimentos.' Movimento demais causa tonturas. Quem muito grita, pouco tem a dizer, e quer ganhar a razão através da voz, e não através dos fatos. Quem sai por aí quebrando coisas em nome da justiça não poderia estar mais longe dela. 

Assim, seguimos transformando a atmosfera e a energia deste país em algo cada vez mais pesado e poluído, e nem paramos para pensar na espécie de lugar que deixaremos às gerações futuras; o que mais importa, é atirar as pedras que temos nas nossas mangas como uma maneira de aliviar nossas frustrações e desabafar a nossa voluntária ignorância.

E cada vez mais, aquele espaço tão precioso, onde tudo começa, onde estão guardadas as sementes para um mundo melhor, permanece ignorado: as nossas próprias calçadas.


4 comentários:

  1. Linda amiga Ana, tens razão, as pessoas estão perdendo os controles, levam problemas pessoais para as ruas, levantam vozes, esbravejam e agora matam assim sem mais nem menos com barbáries que nem sequer poderíamos imaginar?!
    Atiram a primeira a segunda até verem a vítima,( que julgam estarem fazendo justiça), morta!Até onde chegarão com isso, ninguém sabe?!
    Assustador, mas infelizmente não vai parar por aí, bem diz o Paulo, ele, eu e acredito que muitos estão temendo o amanhã!
    Abraços minha amiga!

    ResponderExcluir
  2. Eu fiquei chocada com a mulher que foi assassinada pq foi confundida com uma sequestradora.
    Como podem aceitar o que se ouve e nem analisar se é verdade.
    Uma inocente faleceu, mãe de família.
    Fiquei muito triste ao ver a reportagem no Fantástico.
    Agiram como animais.
    Agora espero que a justiça seja feita a de Deus primeiramente depois a dos homens.
    Pq não acredito que quem mate alguém consiga dormir em plena paz.
    O mundo clama por Paz.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. A descrença na justiça está levando as pessoas a retomarem caminhos há muito provados inúteis e cruéis. E existem aqueles que insuflam o povo com motivações que nem eles próprios conhecem, realmente. As relações humanas estão, a cada dia, mais deterioradas. Costumo me perguntar por onde anda a consciência, a fé, a lucidez os homens. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...