quinta-feira, 15 de maio de 2014

Magia Aplicada - Dion Fortune




Trechos do livro "magia Aplicada", de Dione Fortune



Tradução: Ana Bailune



"Quando nossas emoções direcionam-se concentradamente em direção a um objeto, nós liberamos uma sutil, mas potente forma de força. Se aquela emoção não for apenas meramente cega, mas formular-se dentro da ideia de realizar algo, e especialmente se esta ideia criar uma imagem mental dramática que se eleve na mente, a força direcionada é transformada em uma forma-pensamento; a imagem mental é animada pela força e torna-se uma realidade no plano astral. Esta forma-pensamento começa a emitir vibrações, e estas vibrações, pelas leis da indução das vibrações simpáticas, tendem a reforçar os sentimentos da pessoa cuja emoção fez surgi-las, e induz sentimentos similares em outros que estejam presentes cuja atenção é direcionada ao mesmo objeto, mesmo se eles tiverem sido, até aquele momento, observadores desinteressados."



"Nada pode desdobrar-se que não tenha sido previamente dobrado. Deve haver uma fase da existência que precedeu o desenvolvimento da evolução, pois evolução não é a contínua criação de algo que veio do nada, mas uma manifestação de latências."


"Um homem não é modificado pela morte. A personalidade permanece, é apenas o corpo que vai embora."



"A morte é apenas um dos processos da vida, e os mortos estão muito vivos e bastante normais."



"Quando as forças cósmicas são invocadas, elas vem aos pares, ação e reação sendo iguais e opostas."



"Organizações místicas não são feitas para durar; elas raramente sobrevivem à geração que teve contato pessoal com seu fundador. Assim que o impulso original perde seu momento, a senilidade se estabelece, e elas tem que renascer entre seus grandes opositores."



Um comentário:

  1. Ana,

    Passando para dizer que mudei definitivamente de espaço e se desejar me acompanhar e fazer uma visita o endereço é:

    www.euflordealfazema.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ

  Como se não houvesse amanhã, Ele acordou naquele dia se sentindo mais vivo, Abriu a janela e percorreu as curvas das montanhas Com as pont...