quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Pássaros Tensos





Pássaros tensos


Enfileirados sobre os fios
Como notas musicais,
Os pássaros,
Silhuetas desenhadas 
Contra o céu da tarde,
Observam.

E vê-los assim, tão tensos
Na pauta perigosa
Dos fios de alta tensão,
Causa, de repente, uma melancolia...
Gostaria
de poder voar,
E se eu pudesse, eu juro,
Jamais pousaria assim, 
De maneira tao triste,
E tao silenciosamente.



8 comentários:

  1. Linda poesia e observação desses seres da natureza que sempre encantam! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Eu gostaria de poder voar!! Esse texto nos mostra liberdade!
    Assim como os pássaros são livres...
    Mesmo no olhar triste e silencioso.
    Adorei,beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana.
    Voar, voar.
    Lembrei da minha infância: liberdade, mesmo correndo riscos.
    Fazia parte do dia a dia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo!

    Eu tb queria poder voar e voar, e acho que ia ser uma passarinha bem barulhenta rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Feliz quinta feira!
    Aninha,o poema sobre pássaros nos presenteia com sua criatividade e espirito poético, nos lembra que essas aves estão em comunidade e que não medem esforços para ir e vir de qualquer lugar.
    Beijinho
    Nicinha

    ResponderExcluir
  6. Linda poesia sobre liberdade, embora correndo riscos, poder voar deve ser tudo de bom!
    Amei ler amiga Ana!

    ResponderExcluir
  7. Engraçado Ana, esta semana vi num blog um clip da PIXAR com pássaros no fio e ocorrendo um acidente(sobre quem ri por ultimo...). A i vejo esta pauta perigosa deste lindo poema e vejo como é poder da inspiração/construção.Lindo demais este olhar da poesia.
    Você deu um show aqui.
    Parabéns sempre com minha admiração nesta sua arte.
    Abraços amiga.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

COMO MANTER A CALMA???

Eu estou na santa paz do meu lar, tentando meditar a fim de tornar-me uma pessoa melhor, quando o telefone toca. É um daqueles ...