UMA REDE NA VARANDA





Uma Rede na Varanda


Para ler na rede, tem que ser leve. Tem que combinar com natureza, silêncio, pensamentos como plumas de pássaros. Para ler na rede, tem que ter um balanço suave entre sonho e realidade. 

Assim é o novo livro de Lu Narbot, "Uma Rede na Varanda," que li prazerosamente deitada... em minha rede, na varanda!

As crônicas de Lu são tão bem escritas, que a gente se sente caminhando ao lado dela, enquanto ela nos mostra o seu mundo, o mundo que ela enxerga através de seu olhar às vezes terno e doce, às vezes crítico, às vezes saudosista. narrativas que encantam e fazem relfetir. Crônicas para ler com cuidado, devagar, parando às vezes para olhar as copas das árvores, ou as pessoas passando lá em baixo na calçada (se você morar em um prédio).

Minhas três favoritas:

"O Cão" (não poderia deixar de escolher esta) que narra as aventuras de Zé, um cão de rua adotado pelos moradores.

"Just Walking in the Rain," pois fez com que eu lembrasse muito de mim mesma.

"Voz Discordante", pois é vai direto ao assunto: não acredite em tudo o que lhe dizem, pois nem sempre, quem avisa amigo é.

Enfim: gostei de todas. Mas estas são as minhas favoritas.

Li, recomendo, e agradeço a Lu por estes momentos agradáveis que passei esta manhã, lendo seu livro em minha rede.

Comentários

  1. Ana.

    Espero por você nos meus blogues.

    Posso?

    um abração carioca.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo isso, poder ler sossegadamente em uma rede, amo ler em rede, tenho uma e faço assim, como você, leio, paro, olho ao redor e me sinto dentro do texto, absorvendo cada palavra!
    Que vida boa né minha amiga?
    Abraços e boa dica de boa leitura!

    ResponderExcluir
  3. Olá prezada Ana, e que tudo esteja bem contigo!

    Faz já alguns anos que não me dou a este prazer de deitar em uma rede, lendo um ótimo livro então nem lembro mais, ainda assim fico feliz por você. Pois lendo a tua descrição, parando vez por outra para observar em volta, se imaginando invadindo a história lida deve ter sido deveras agradável e encantador. Assim eu agradeço por compartilhar teus felizes momentos cá com os amigos e também pela bela dica!
    E cá venho agradecido também por tuas sempre gentis visitas e generosos comentários que lá deixa estampados no meu e de todos os amigos, espaço!
    E aproveito para deixar também meu desejo para que no ano que se aproxima sigamos com esta mesma e intensa amizade, que apesar de virtual tem sentimentos deveras verdadeiros, e desejo também que seja sempre tão deveras feliz e intenso o teu viver, bem como o de todos ao teu redor, um grande abraço e, até mais!

    ResponderExcluir
  4. Ler flutuando é uma combinação perfeita!! Oi Ana, quero muito que receba o meu carinho ele é autentico e infinito.Deus te abençoe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

VIDA

Sentidos