quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Chão de Mármore












As palavras
Caiam pesadas
Sobre o chão de mármore,
Qual negras pedras
Que despencavam
De um coração.

Deixavam rastros
De dor e sangue,
Ódio, vingança,
Mácula, enxofre.

E lá de cima,
E lá de dentro,
De olhos fechados
Alguém ouvia,
Seguindo os passos
E as palavras...

Mármore fria,
Absorvendo
Todo o impacto,
E as rachaduras
Se esticando
Em veios profundos,
Ganhando espaço
Perdendo vida.






7 comentários:

  1. As palavras as vezes são tão pesadas e frias como o mármore...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. Profundo belo triste sobre a pedra fria toda angustia de um coração despedaçado.
    Lindo trabalho da poesia,que cala na alma.
    Abraços Ana.
    Bju de paz amiga.

    ResponderExcluir
  3. Uma Rosa linda e versos fortes sobre palavras...
    Há palavras e também silêncios muito frios e duros!
    Bom fim de semana... Abraço

    ResponderExcluir
  4. O impacto de palavras duras fere profundamente, não há restauração!
    Excelente final de semana, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...