AQUELA PAISAGEM









Há sempre um momento onde a verdade grita,
E a  bela paisagem de sempre
Não se mostra mais tão bonita.

Fica, nos olhos, uma dúvida,
Fica, nos lábios cerrados de surpresa,
Uma palavra recolhida e santa,
Uma espécie de mantra
Que alguém nunca cantou.

Dói tanto, rezar pelo que se perdeu,
Mais ainda, descobrir
Que nunca foi verdade, nunca foi seu!

E o trem passa depressa, borrando a paisagem,
As horas se espalham naquele parapeito,
Chorando lá fora, contra o vidro fechado,
Perdidas nas dobras desse estranho leito...






Comentários

  1. Que beleza isto: "E o trem passa depressa, borrando a paisagem,
    As horas se espalham naquele parapeito,
    Chorando lá fora, contra o vidro fechado,
    Perdidas nas dobras desse estranho leito..."

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia... Quando a verdade grita e percebems que a paisagem não era tão bonita, dó... Dói até rezar pelo que se perdeu.
    Um abraço,
    Élys

    ResponderExcluir
  3. Lindo!
    Algumas verdades doem, nos cala a voz.
    Mas mesmo assim é preferível, do que viver uma mentira.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderExcluir
  4. Palavras que tocam fundo a nossa alma Ana
    O poema é magnífico
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Uma poesia para nos fazer reflectir.
    Gostei bastante Ana.
    Desejo que se encontre bem.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  6. Olá Ana
    É verdade, quando li as primeiras lindas de seus versos
    percebi quanto combinam comigo, pois há paisagens aqui que já
    não tem tanta graça.
    Bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, Ana. Que lindo, verdadeiro.
    Dói ler e sentir, mas a parabenizo por sua sensibilidade.
    É exatamente assim, dói!
    Tenha um dia de paz!

    ResponderExcluir
  8. Um poema bonito... A verdade sempre vem à tona e é importante nas "paisagens da vida"... Devemos abraçá-la sempre!
    Bom fim de semana...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

Doce de Abóbora

VIDA

Sentidos