quarta-feira, 3 de agosto de 2016

HEROÍSMO






Estamos nos aproximando dos tempos em que os heróis começarão a aparecer novamente, com suas promessas de um mundo melhor e resolução de todos os nossos problemas. Melhor estarmos atentos! Verdadeiros heróis não são aqueles que fazem propaganda de si mesmos. Eles estão inseridos no contexto do dia-a-dia, e nem sequer sabem de seu heroísmo. Se alguém lhes dissesse o quanto são corajosos, diriam que estão apenas fazendo o melhor que podem daquilo que a vida lhes concedeu.

Quando se pensa em heroísmo, logo nos vêm à cabeça fama, grandes feitos, realizações gigantescas, fatos históricos. É muito difícil que alguém veja como heróis a dona de casa que cuida com amor de sua família, o professor que atua em sala de aula recebendo um salário longe de digno, os homens que viajam na caçamba de um caminhão de lixo respirando aquele cheiro horroroso, catando o lixo que a maioria produz, sem segurança nenhuma, e sem reconhecimento. Ninguém enxerga como heróis as tantas pessoas que saem cedo de casa toda manhã, geralmente às quatro, e pegam duas ou três conduções para chegar ao trabalho, e no final do dia, fazem o mesmo percurso – já cansados de tanto trabalhar. Para muitos que se julgam heróis, estas pessoas tem um nome: fracassados.

Todo herói necessita de pessoas que acreditem em seu heroísmo. Geralmente, os heróis criam um problema e depois aparecem como os receptáculos das soluções disponíveis, que só eles possuem. E como a maioria das pessoas tem preguiça de pensar por si mesmas, elas se tornam presas fáceis entre os dentes desses predadores, que lhes cobrem de promessas nas quais elas acreditam porque é mais fácil sonhar com alguém que lhes dê casa, comida, saúde e educação do que tentar trabalhar e obter estas coisas através dos próprios esforços. Os heróis causam as condições miseráveis nas quais o povo que crê neles vive, e depois aparecem com palavras bonitas, roupas bonitas, lágrimas falsas e, após se estabelecerem, deixam tudo como está, para que da próxima vez, eles tenham o que prometer aos que os elegem.

Se alguém olhar através do telescópio de um herói, verá que lá adiante estão os objetivos e interesses que ele quer alcançar: mais dinheiro, mais conforto, mais poder; não para os que acreditam neles, mas para si mesmos! E se alguém olhar com atenção para o caminho que este herói deixou para trás, verá rastros de ódio, vingança e complexo de inferioridade.

Os heróis só são heróis porque contam com aqueles que morreriam por eles tentando alcançar uma salvação que não existe. Não veem que ninguém fará com que tenham uma vida melhor, a não ser eles mesmos. A causa do herói é apenas um amontoado de palavras bonitas e impraticáveis, pois tudo o que existe no que eles pregam, é a falácia. A causa é algo que eles construíram para que seus súditos tenham algo em que acreditar, lutando para que seus heróis alcancem seus objetivos mais rapidamente, sem nem sequer perceberem que estão sofrendo a mais torpe forma de manipulação.

Deus nos proteja dos heróis, e que possamos um dia não mais depender deles. Mas acho que isto só acontecerá quando nos dermos conta de que os grandes heróis de nossas vidas, que defenderão as nossas causas, somos nós mesmos, e mais ninguém.




5 comentários:

  1. Verdade Ana, temos que ter nossas "antenas" ligadas, pois quando se está frágil esses ditos heróis com oportunismo liberam suas faces de protetores, o que na verdade não são
    Belo e oportuno texto (como sempre)
    Peço desculpas pela minha ausência dos comentários, pois estou reativando um blog meu antigo
    Convido você a conhecer e se for do seu agrado (espero que sim) me siga http://brasilbao.blogspot.com.br

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  2. Texto excelente, Ana e olha que serve para políticos, como para tudo, até para "Pais Heróis", cuja intenção é apenas interesseira, este parágrafo, em especial, diz tudo:
    "Se alguém olhar através do telescópio de um herói, verá que lá adiante estão os objetivos e interesses que ele quer alcançar: mais dinheiro, mais conforto, mais poder; não para os que acreditam neles, mas para si mesmos! E se alguém olhar com atenção para o caminho que este herói deixou para trás, verá rastros de ódio, vingança e complexo de inferioridade."
    Obrigada, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  3. O ser humano tem a mania de idolatrar e acreditar em promessas.
    Menos promessas mais atitudes!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana! Marcamos você em uma TAG lá no nosso blog. Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Ola Ana, sei bem onde estas palavras vão morar e bom seria que fossem lá acordar estes caçadores de sonhos e esmagadores de esperanças.
    Já sinto o toque de suas mãos no ombro, que busco deixar com protegido de toda falsidade e mentiras.
    Lá vem eles.
    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Exageros

    Assisti a um vídeo na internet no qual uma drag queen montada dava palestras em uma escola para crianças que, aparentemente, t...