quinta-feira, 13 de novembro de 2014

O DOM DO ESQUECIMENTO




O tempo às vezes traz
O dom do esquecimento,
Um vento benfazejo
Que apaga os maus momentos...

E ao cair dos panos,
No avançar dos anos,
Quem sabe, não lembrar
Não passe de um presente?

As águas das enchentes
Carregam muitas coisas
Que estão presas às margens
Pra bem longe da gente...

Entrar bem devagar
Na densa mata escura,
Sem dores ou memórias,
A mente e a pele nuas,

Deixar pelo caminho
Relógios e palavras,
Levar consigo apenas
A bênção da loucura...




14 comentários:

  1. Que lindo Ana!
    Vez ou outra, é a melhor coisa que nos pode acontecer mesmo!
    Parabéns pela construção! Deixo um carinho...

    ResponderExcluir
  2. Por vezes até é bom mesmo ter esse dom! Linda poesia! bjs,chica

    ResponderExcluir
  3. Linda amiga Ana, o dom do esquecimento só nos dá pausas, pois olhando fotos, (assim como postastes), logo vêm todas as lembranças em nossas memórias, esquecer é bom, mas amo poder lembrar sempre que eu desejar, muitas vezes até choro para aliviar a dor da saudade!
    Amei ler!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  4. Esquecimento ... eu procuro sempre esquecer dos maus momentos mas dos bons jamais ... não q eu os eternise mas os cultivo na memória ... só isto ... não podemos perder o tempo presente q sempre tem algo novo a nos apresentar ... bons e não tão bons mas q são para ser vividos tb...

    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana
    Ainda bem, que o tempo se encarrega de apagar muitas de nossas tristes lembranças.
    Bjux

    ResponderExcluir
  6. Quero ter esse dom, pq tem decepções e coisas ruins que não vale a pena lembrar e relembrar...
    As ofensas devemos lançar ao vento para que voem para bem longe.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. OI ANA!
    ACHO QUE O TEMPO É UM GRANDE ALIADO, O QUE É RUIM, JOGA PARA O ESQUECIMENTO E É TUDO O QUE QUEREMOS.
    VERSOS TOCANTES AMIGA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Bonitas palavras sobre esquecimento!
    Quando descobri que posso esquecer sem medo e sem culpa, fiquei tão feliz!...
    Um abração... Bom fim de semana...

    ResponderExcluir
  9. Que lindas palavras.
    O tempo é o remédio pra tudo;
    Quanto mais leve ficamos mais caminhos
    podemos cruzar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Ana,
    Não há receita para o esquecimento, além do tempo que nos concede essa bondade...
    Gostei muito dos seus versos que são, como sempre, profundos e pungentes!

    Venho hoje deixar-lhe também um pequeno presente que encontrará no meu cantinho: http://crazy40blog.wordpress.com/premios-e-presentes-de-amigos/

    Até breve!

    ResponderExcluir
  11. O esquecimento é um presente de Deus. Belíssimos versos, Ana.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ana.
    Esquecer é mesmo necessário, principalmente, os momentos sofridos.
    As fotografias são o melhor caminho para relembrar os bons momentos, pena que hoje em dia elas fiquem arquivadas nas CPUs dos nossos computadores.
    Bom fim de semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Ana belo e profundo teu poema, sim Ana ás vezes é uma bênção sim, não lembrar de tantos pedregulhos que machucaram nossos pés, de tantas desilusões com as pessoas que mais amamos, sim acredito que o Pai que tudo sabe, em sua bondade infinita faz o melhor para cada um de nós, bjos Luconi

    ResponderExcluir
  14. Se pudéssemos programar a memória e apenas guardar os bons momentos! O tempo, infelizmente, ou as leva todas, ou mantém muitas que gostaríamos de ter deixado no baú de lixo. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Mandrágora

Teu Nome – raiz de mandrágora Perpassando o meu caminho, Me fazendo tropeçar... Um dragão adormecido Em isolada cave...