domingo, 15 de junho de 2014

HAIKAIS






Gotículas gris
A chuva na janela
Com cheiro de aniz.



Penas molhadas
Passarinho no muro
Sacode as asas.



Cheiro de terra
Entra pela janela
Trazendo chuva.



Poças de espelho
Passam rostos de nuvens
Pela memória.




Dia cinzento
As cores se esconderam
No pensamento.



4 comentários:

  1. Bom dia Ana, poucas palavras que dizem tudo, como sempre doce e com talento .
    Beijos!
    Vera Neves.

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, como eu amo Haikais, preciso exercitar. Quero tanto fazer alguns.
    Lindo, Ana!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...