quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

OS SERES DE LUZ







Há muito tempo escutei falar dos seres de luz pela primeira vez. Eram pessoas místicas, aparentemente divididos entre este mundo e o outro, engajados nos movimentos da Nova Era e servindo de canalizadores para mensageiros espirituais que aconselhavam e iluminavam o mundo e suas trevas. Eram inofensivos. Reuniam-se em grupos e dançavam aos seus deuses e deusas, mantendo no rosto o ar piedoso e compreensivo de quem vive a dizer, “Eu sei de coisas que você não sabe,” e está disposto a esclarecer e elevar os demais.

Aos poucos, os seres de luz foram passando por algumas transformações, e seus dons espirituais cheios de bondade e abnegação passaram a fundar seitas que sequestravam e escravizavam adolescentes. Todo mundo já ouviu histórias sobre suicídio coletivo, casos de estupro e outros absurdos que aconteciam nestas comunidades. Devido a tais fatos, os seres de luz perderam força em meados dos anos 80. 

Até o advento da internet, que os trouxe de volta, espalhados em blogs e sites, pretendendo iluminar, educar, encantar, e esclarecer aqueles internautas que ainda vivem no mundo da escuridão e da falta de amor. Já fui abordada (primeiro, gentilmente; depois, como não lhes desse ouvidos, de forma incisiva e deseducada) por alguns desses seres de luz. E o que eu tenho a dizer a respeito deles, é que sua luz brilha tanto, e é tão forte, que cega a todos em volta – a começar por eles mesmos. Eles me falaram da minha falta de caráter e da minha resistência em abrir meu coração para deixar a luz entrar. Eles me xingaram, me rebaixaram, escreveram coisas a meu respeito e depois me mandaram e-mails que, segundo eles, tentavam trazer à minha alma ‘um pouco de iluminação.’  E como eu me recusasse a ceder aos seus encantos luminosos, despediram-se com impropérios, pragas que deixariam as do Egito em posição desvantajosa e desejos de que eu e meus entes queridos morrêssemos. 

Bem, eu não morri. Pelo menos, ainda não. Sinal de que eles podem até ser iluminados, mas não tem tanta força assim. Mas já vi alguns deles se regozijando por aí às custas do sofrimento e da morte alheias, como se Deus existisse apenas para eles e agisse apenas a fim de castigar seus desafetos. E mesmo assim, eles se reafirmam como seres iluminados, dotados de dons especiais de amor e bondade, sabedores e propagadores da verdade. Chegam a colecionar as homenagens que lhes são feitas, numa tentativa de reafirmar sua superioridade sobre os seres escurecidos.

Hoje, toda vez que ouço alguém comentando: “Fulano é um ser de luz,” ou “Sicrano é iluminado,” eu sinto arrepios percorrendo a minha espinha e ânsias de vômito. Também sinto uma vontade muito grande de correr para bem longe desses seres de luz, e mergulho bem fundo no meu pequeno poço de escuridão, onde espero, eles não me encontrem.




7 comentários:

  1. Bem, nunca ouvi falar de seres de luz. Todos nós temos luz e sombras e se existir mesmo um ser somente composto de luz, nunca falaria essas coisas para você, já que como são de luz, só podem propagar LUZ.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  2. Tenho horror a todas estas baboseiras. Ser um SER de luz é uma coisa extremamente simples. Estar vivo e em paz com a vida, consigo mesmo e com os outros. Portanto basta respeitar a si próprio e aos outros.
    Isto é como a vida. Simples simples ...

    ResponderExcluir
  3. Afinal, Ana, nem ontem, nem hoje pude comentar...
    Absoluta falta de tempo !
    Desculpa, sim ?

    Um beijo amigo.

    ResponderExcluir
  4. Ana, nunca fui abordada, tampouco me vi em frente de pessoas se dizendo "serem de luz", nem sei como reagiria diante delas, acho que nem daria ouvidos?!
    Concordo com o Paulo, todos nós somos seres de luz,( luz e sombra) nem é preciso dizer isso, nossa luz influencia de forma simples, pelo simples fato de estarmos vivos!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  5. O Diabo também se veste de luz para embromar a humanidade, acho que esses tais "seres de luz" nada mais são que soldados enrustidos dele.

    ResponderExcluir
  6. Tanta gente fala que é de luz mas anda nas trevas.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Aprendendo mais, Ana!
    De agora em diante: haja paz!
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

O que Tem na Sua Playlist? Uma Interação

Inspirada por um comentário de paulo Bratz a um de meus posts, que fala sobre um aparelho de som que comprei na Black Friday,...