sexta-feira, 24 de abril de 2015

SENTIDO OCULTO






Há muitas coisas escondidas sob as vigas,
Sob os sorrisos, sob as lápides e as vidas,
Há sempre algo que ninguém nunca notou,
Nunca sentiu, ouviu, ou viu, ou riu, chorou.

Há mais que apenas os sentidos que nos tocam,
Ou que tocamos, e dizemos, e amamos,
Há mais debaixo do por cima que mostramos
E que tentamos esconder - ah, triste sina!

Há mil paisagens sob os riscos das pupilas
Que cegos, nunca vislumbramos, nunca vemos...
Há sob o tato dos meus dedos, superfícies
Muito a dizer por entre as coisas que eu não disse...

E sob a vida, sob a morte, sob tudo,
Há um sentido mais profundo que o oculto
O qual nós nunca tocaremos nessa vida...
-Quem sabe noutra, se ela for mais dolorida?




8 comentários:

  1. Lindo, amei ler amiga Ana, tens sentidos apurados, sentes e bem sabes que nem tudo é explicado, também sinto e o mistério que há me faz querer cada vez mais tentar descobrir, acho que esse misticismo é o que, a mim, fascina, adoro tudo o que há para poder desvendar!!!
    Abraços linda amiga, tens uma capacidade de criar versos que me dão o maior prazer de aqui ler!

    ResponderExcluir
  2. Ana Bailune, há sempre alguma coisa que escondemos no peito. Quem como tu escreve boa poesia, dá sempre uma boa hipótese de o tentarmos ler nas entrelinhas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Un texto a flor de piel, palabras que poco dicen mucho sobre el misterio de la vida.
    Un placer leerte Ana.

    Mirar hacia el futuro:
    Cuando una de las puertas de la felicidad se nos cierra, otra se abre. Pero a menudo nos quedamos mirando tanto tiempo la puerta cerrada, que no vemos la puerta que tenemos abierta.

    Helen Keller

    .•´¸.•¨) ¸.•¨)❤ ❤
    (¸.•´ (¸.•´ (¸.•¨¯`♥♥❤ ❤ ❤ Buen fin de semana!
    Besos.

    http://bajolalupadegiglio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Até me fizeste ler vagarosamente e ir indo reflectir a cada linha.
    Obrigado por este naco de POESIA.

    Um beijo invisível.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, Ana.
    Verdadeiramente concordo com você.
    Exstem coisas que não sabemos o porquê, tampouco como surgiram em nós, apenas que se falarmos, sofreremos acusações, pois é tão comum ao ser humano julgar, que tentar compreender os mistérios com amabilidade é quase tarefa impossível.
    Sempre muito bem inspirada.
    Tenha um fim de semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  6. Há sempre muita coisa que melhor seria não ser descoberta que entristecer a muitos.
    beijinhos e bom domingo.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. A vida nos leva à reflexão.

    Que lindo poema!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Ana, eis um belo poema; bem encadeado, filosófico, reflexivo, enfim; quase perfeito.
    Tu estás de parabéns. Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

MINHA MISSÃO É ESTAR AQUI

Estava lendo  uma entrevista da psicóloga e personal coach americana Laura Ciel, no qual ela fala sobre aquele momento (momen...