witch lady

Free background from VintageMadeForYou

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

BARBRA STREISAND





Barbara Joan Streisand nasceu em 24 de abril de 1942, no Brooklyn, em Nova York, em uma família de judeus, filha de Emmanuel e Diana Streisand. Ela é a segunda de dois filhos por parte do pai Emmanuel, que era um professor de uma escola respeitada. Quinze meses após o nascimento de Streisand, Emmanuel morreu de uma hemorragia cerebral e a família entrou em quase pobreza[7] .


A carreira de Barbra Streisand começou quando ela se tornou uma cantora de boate, durante sua adolescência. Ela queria ser atriz e apareceu em várias produções teatrais, incluindo Driftwood em 1959, com a então desconhecida Joan Rivers. Driftwood durou apenas seis semanas[8] . Quando o namorado dela, Barry Dennen , ajudou a criar um clube de música chamado O Leão ela começou seu sucesso como cantora. Enquanto cantava em O Leão por várias semanas, ela mudou seu nome de Barbara para Barbra.



A primeira aparição de Streisand na televisão foi em The Tonight Show, apresentado por Jack Paar. Ela então começou a fazer sucesso na televisão e assim ganhou seu primeiro papel na Broadway, em uma pequena participação. Ela então decidiu lançar seu primeiro álbum, The Barbra Streisand Album, que ganhou dois Grammy Awards em 1963. Após seu sucesso com The Barbra Streisand Album, Streisand fez várias aparições em The Tonight Show em 1962 e 1963.



Streisand voltou à Broadway em 1964 com uma atuação aclamada como Fanny Brice em Funny Girl. Por causa do sucesso da peça, ela apareceu na capa da Time, e em 1968 ela apareceu na adaptação cinematográfica de Funny Girl que lhe deu o Oscar de melhor atriz. - FONTE: WIKIPEDIA


2 comentários:

  1. Também gosto muito dela. E está maravilhosa sempre em tudo, principalmente me "Yentl", um filme maravilhoso que vi e me emocionei muito. Bjs. Ana.

    ResponderExcluir
  2. Admiro Barbra Streisand, gostei de conhecer um pouquinho dela, obrigada, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Parceiros

AS LUZES DO MUNDO

  (Crônica baseada em um poema de Lucia Bauer)     Ontem a noite estava cálida. Eu, meu marido e nossos dois cães nos sentamos no jardim, co...