segunda-feira, 18 de maio de 2015

RESSENTIMENTO






Trechos do livro A Era do Ressentimento, de Luiz Felipe Pondé






"A verdadeira sabedoria passa, em algum momento, pelo desprezo do mundo a sua volta."





"A idade Média perderá seu título de era das trevas e nós receberemos essa maldição. Lembrarão de nós como mimados, ressentidos e covardes. Rirão de nosso apego ao voto democrático e de nossa fé em manifestações do povo. Ouvirão falar vagamente de nossas redes sociais e de nossa crença em seu potencial revolucionário, como hoje ouvimos falar, com desdém, da crença antiga no poder de se ler o futuro nas entranhas dos animais. Aliás, a própria ideia de revolução será vista como uma forma de animismo. Levarão mais a sério os gregos, romanos e hebreus, porque verão neles povos que buscavam o conhecimento, e não suas próprias imagens no rosto do universo."





"O homem contemporâneo é, talvez, o mais covarde que já caminhou sobre a Terra, sobre a qual deixará sua marca de incompetência em lidar com a morte, a dor e o fracasso."





"Nossa época, com suas luzes e seus direitos, será lembrada como um período de trevas por conta da nossa irrelevância, causada por preocupações excessivamente pessoais. Gente medíocre a nossa volta que imagina um mundo de gente feliz. Eis os idiotas do bem."




"Claro que fugimos da dor. Os utilitaristas estavam certos. Ninguém normal busca a dor. Mas fazer da felicidade um direito, isso é coisa de idiota e covarde."





"Dar nome às coisas é essencial, devemos chamar o ressentimento por seu nome e seus atributos: inveja de quem é melhor, sentimento sufocante de que eu tenho o "direito" de ser melhor do que ele é, conclusão aterrorizadora de que não sou. Toda vez que encontramos Deus, deuses pu gente melhor do que nós, afundamos no ressentimento."




"Um deus que serve ao homem  não vale a pena ser adorado."





"...Julgo que toda vez que alguém (mulher ou homem) levanta o argumento da preocupação com a realização pessoa, estamos diante de um ressentido. A verdadeira realização pessoal é silenciosa e não fala de si. Todo mundo que nega a vida em nome da realização da vida é um medroso chique."




"O complexo de Salieri é universal: todo mundo encontra o seu Amadeus na vida, e sofre por isso. Um Amadeus é alguém que é melhor do que nós."




"Pobre juventude que habita um mundo em que é escolhida como guru. Quando um jovem é colocado na condição de guia, está condenado a querer sempre ser jovem, e todo jovem que permanece jovem logo se descobre um retardado."





"A solidão contemporânea aparece por trás da alegria montada para as fotos, também irrelevantes. Nunca se tirou tanta foto e nunca se viu tão pouco uma. A solidão nos ataca como um enxame de abelhas."




"Uma das dificuldades do amor é que ele não está necessariamente ligado à felicidade, e pode ser mesmo o contrário da felicidade."





"O narcisismo não é  a marca de alguém que se ama  muito, mas a marca de alguém que vive lambendo suas feridas porque é um miserável afetivo."




"O que vai matar o mundo contemporâneo são seus sucessos, não seus fracassos. Sucesso na democracia tornando a vida irrespirável de tantos direitos. Sucesso na Medicina nos fazendo viver muito sem ter ninguém com quem viver. Sucesso na solidão feita de liberdades."





"Uma das pragas contemporâneas é gente bem resolvida. Afaste-se delas. Muitas vezes são cunhadas chatas e solitárias, loiras aos cinquenta, ou primos sem grana que gostam de posar de profundo e artístico."






"Deus me livre de ser feliz. Soa estranho, mas me parece essencial nos afastarmos da neurose da felicidade."





"Quem fica postando fotos depois dos 25 anos de idade será visto como portador de algum retardo mental. Ou alguma forma de solidão arrasadora."





"Uma nova praga: gente de bike na rua. Andam como se, com seu suor, abençoassem o mundo. Nada contra bicicletas, tudo contra playboys light que desfilam bikes como se isso os tornasse puros. O incrível é como tanta gente letrada não percebe o ridículo."





"Assim como muitas mulheres lindas entediam, justamente pelo seu aspecto Barbie, a ideia de uma relação perfeita é entediante. Um dos maiores danos da revolução sexual foi justamente a idealização do sexo e da parceira afetiva. Sexo só vai bem com imperfeição, insegurança, tentativa e erro, medo, culpa, pecado e uma dose de desrespeito. Quando sexo vira fórmula de saúde comportamental, estamos todos brochas."





"O mundo contemporâneo inventou o impossível: a multiplicidade de diferenças que não fazem nenhuma diferença."




5 comentários:

  1. Amiga Ana, eis um grande filósofo. Um abraço. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
  2. nossa, esse aí vai na veia! demais, bjs

    http://metamorfosearsemmedo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ele fala de solidão, narcisismo, ilusória felicidade. Se vivêssemos em mundo onde todos fossem felizes, estaríamos no paraíso e ninguém desenvolveria a capacidade de ser solidário, assim como todas as demais que levam ao aprendizado. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Adorei tipo master
    Levarei no mesmo modo figurinhas repetidas que valem ser multiplicadas

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

SÓ QUERO TER O DIREITO DE DIZER O QUE EU QUISER.

  Porque palavra calada É uma vida sufocada, Eu quero ter o direito De dizer o que eu quiser. Caso eu esteja certa,  Ou mesmo estando errada...