segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Hare Krishna




Saí bem cedo para caminhar, antes que o sol esquentasse demais. Acordar cedo é maravilhoso, e aconselho quem não gosta a experimentar durante alguns dias, mas de coração aberto...

Assim que acordo, ao escovar os dentes, olho pela janela do banheiro, e deparo com um pica-pau - daqueles de cabeça e pescoço vermelhos, com penacho e tudo - fazendo a festa no tronco da árvore do vizinho. Lindo de viver! Se eu não estivesse ali naquele momento, não o teria visto!

Desço a rua da minha casa, e vou encontrando com as pessoas que também acordaram cedo para ir trabalhar ou caminhar, como eu. Trocas de "Bom dia" em plena manhã de segunda-feira me deixam mais otimista em relação ao mundo e às pessoas. Uma brisa fresca sopra, mas o céu totalmente azul promete muito calor para mais tarde.

Chego à Barão do Rio Branco. Começo a caminhar mais rápido. Carros e ônibus passam pela estrada, e mais pessoas me cumprimentam. Sinto o movimento da vida, a semana que se inicia, caminhos que se cruzam, portas que se abrem e se fecham. Olho para o céu, as árvores antiquíssimas, e penso no quanto é preciso agradecer todas as manhãs. E agradeço. Faço as minhas orações, tenho a minha conversa com o Deus que vive em mim. Depois, respiro fundo várias vezes, e começo a entoar, mentalmente, um antigo mantra que aprendi quando ainda era adolescente:

"Hare Krishna, Hare Krishna, Krishna Krishna, Hare Hare / Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare." Ele significa: "Ó Senhor Todo-Atrativo e fonte de todo o prazer, ó energia do Senhor, por favor, ocupai-me no vosso serviço".

OCUPAI-ME NO VOSSO SERVIÇO.

E enquanto o recito muitas e muitas vezes, mentalizo uma luz azul entrando pelas minhas narinas quando inspiro, e uma luz cinzenta saindo quando expiro. Vou me limpando por dentro.

Faço isso há muito tempo, toda vez que saio para caminhar. Para mim, esse mantra significa soltar as amarras da vida  que supomos ter entre as mãos e deixá-la fazer o serviço, conduzir-nos no caminho, mostrar-nos por onde seguir. Porque nós não temos controle de nada, absolutamente nada. Podemos sonhar, correr atrás daquilo que queremos, mas só virá até nós aquilo que for nosso por direito divino. A vida sempre sabe o que é melhor, o que precisamos fazer para aprender o que viemos aprender. Acredito que uma grande parte das desgraças e frustrações que nos caem são devidas à nossa mania de querer controlar tudo, apressar tudo.

Vejo pessoas lutando para obter coisas e mais coisas, e mesmo após obtê-las, não conseguem se sentir felizes, não tem paz, e o desejo de obter mais e mais coisas jamais cessa; acho que é justamente porque elas querem mandar na vida, controlar tudo, tomar a frente de Deus. 

Caminhar me traz serenidade. Sozinha na estrada, eu me lembro de compreender que qualquer estrada que tomemos sempre nos conduzirá a algum destino. Mas quando estivermos em uma encruzilhada, a decisão sobre qual caminho tomar não deve vir só da gente. É hora de silenciar para escutar. 




4 comentários:

  1. Gostei disto:

    ""Hare Krishna, Hare Krishna, Krishna Krishna, Hare Hare / Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare." Ele significa: "Ó Senhor Todo-Atrativo e fonte de todo o prazer, ó energia do Senhor, por favor, ocupai-me no vosso serviço"."

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Bom dia linda amiga, que alegria isso né? Também acordo cedo, embora eu não tenha um lugar assim como o seu para poder respirar esse maravilhoso ar puro, mas mesmo assim faço de tudo para minha vida ser muito boa, tenho um quintal lindo, com arvoretas, esses dia ficou perfumado com as minhas lindas "damas da noite", o lugar onde caminho é arborizado, mas com um rio poluído e a as venidas dos lados, rsrs, mas é o que tenho, morar na capital de São Paulo é bom, mas tem um preço a pagar, estou acostumada, nasci aqui e daqui não quero sair!!!
    Abraços minha linda amiga, amei ler aqui como sempre!

    ResponderExcluir
  3. Engasguei na ortografia,rsrs, as avenidas.está corrigido!Mais beijos!

    ResponderExcluir
  4. Sempre fui de acordar bem cedo Ana, mas de uns tempos pra cá, estou preguiçosa. Você mencionou uma coisa que fiz, até bem pouco tempo atrás, mantinha as rédeas do controle da minha vida. Só descentralizei, quando aprendi a confiar em Deus e, embora passando por provas duríssimas, confesso que estou mais leve, mais em paz. Devo estar preguiçosa pelo que deixei de dormir, logo que recuperar e terminar a fisioterapia, quero me programar para caminhar. Notei muitas mudanças em você, parece mais focada, mais leve e muito feliz.... Agradeço e desejo que seja sempre muito abençoada, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...