sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Entre Orquídeas




Uma caminhada. O dia estava quente. Após andar durante quase trinta minutos sob o sol forte, preciso refrescar-me. Passo em frente ao Orquidário Binot, e entro, percorrendo o caminho sombreado por feixes de bambu e árvores frondosas, escutando o barulhinho da água que entra no laguinho de trutas através de um pequeno riacho.

O resto, é só encantamento.



Caminhar entre as flores... deixar-me ficar ali, olhando para elas em reverência, sentindo suas energias de cor e veludo... qualquer alma há de sentir-se em paz, com a sensação benfazeja de que tudo está certo no mundo, e que todas as coisas caminham para um bom final. Junto às flores, não pode haver tristeza, saudades, ou qualquer tipo de eco maldoso vindo do mundo lá fora. Aqui só chega a paz. Estou protegida, e nada de mal pode acontecer-me. 



Não quero ir embora. O vendedor chega, oferecendo-me ajuda, e digo que só estou olhando. "Me refazendo," digo a ele, e ele sorri, e tenho certeza de que me entendeu. retira-se discreta e reverentemente, deixando-me à sós com a beleza. Mas o mundo lá fora me chama... há as urgências: aulas a serem preparadas, alunos chegando, jardineiro aguardando o lanche da tarde.

Dirijo-me à saída carregando uma caixa com a orquídea e a bromélia que comprei. Sinto-me leve, refeita, energizada e totalmente feliz. Levo para casa um pedacinho daquela paz, que arrumo sobre o console da lareira. É reconfortante saber que aquele lugar estará ali amanhã, e depois, e depois...

6 comentários:

  1. Ana, eu adoro orquídeas, mas onde moro é muito quente, elas não resistem. Agora estou apostando nas roseiras,rs... Bjs

    ResponderExcluir
  2. São encantadoras, e que belo passeio.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Talvez as orquídeas sejam as mais bela flores do universo, se é q podemos fazer tal tipo de comparação ...

    ResponderExcluir
  4. Minha linda amiga Ana, amo orquídeas, tenho algumas por aqui que cultivo com esmero, quando estão floridas me dão essa mesma sensação que sentistes!
    A beleza das flores nos dão a sensação de estar no paraíso!
    Sonhei uma vez com um jardim excepcional, as flores eram maiores, eu tinha consciência de que estava mesmo em um real jardim astral, nunca mais me esqueci desse sonho, ou melhor, dessa projeção!
    Amei ler por aqui, abraços apertados!

    ResponderExcluir
  5. Quanta beleza junta hein Ana? Eu amo orquídea e adoro passear no meio das flores... Sempre acalma e revigora.
    Teu blog tá encantador com esse lay! Bacios

    ResponderExcluir
  6. Haja sensibilidade Ana, entregar-se ao encantos quem vem das flores, sentir a força que nos energiza e reconstitui. Lindo demais.
    Abraços amiga.
    Bju

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...