segunda-feira, 16 de novembro de 2015

HORAS DIFERENTES






O relógio marca
Horas diferentes
Para cada um:

Horas diferentes
De chegar e partir,
Amar e deixar,
Erguer e ruir,
Falar e calar.

Meu pulso pulsa
Diferente do seu,
Às vezes, mais rápido,
Noutras, mais lento.

O tempo me inventa,
E eu o invento.

Caminhos se cruzam,
Mas não se compreendem,
E palavras ríspidas
Definem, explicam
Mas jamais refinam
O que alguém sente.

Vivemos num mundo
Cheio de outros mundos,
E os relógios marcam
Horas diferentes.











8 comentários:

  1. É e o tempo está correndo mais depressa do que nunca...

    bjokas=)

    ResponderExcluir
  2. As horas são diferentes, o tempo é diferente para cada um mas os sonhos e os anseios acabam sendo o mesmo para os homens de bem.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo, tivestes linda inspiração, é bem assim, as horas são diferentes, o modo como encarar a vida também!
    Amei ler amiga Ana e o blogue está lindo!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  4. As horas passam levando o tempo consigo...Viver portanto, não o ontem ou o amanhã mas sim, cada momento da melhor forma possível.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  5. Lindo, Ana!
    Você é tão inspirada...
    Nunca tinha pensado acerca desta grande verdade sobre as horas representadas pelos relógios, que diferem fantasticamente na vida e no tempo de cada um.

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Que linda analogia com as horas do relógio!
    Representa muito bem as nossas diferenças.
    Cada qual na sua hora e tempo, muito difícil a sincronia.
    Perfeito, Ana! Amei, obrigada, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  7. O tempo, as horas e as diferenças... Uma trilogia implacável .
    Versos fortes que descem cortando a leitura e ferindo verdades.
    Pra variar... MUITO BOM!!

    ResponderExcluir
  8. E como isso é verdadeiro, Ana! As esperas não acontecem ao mesmo tempo, assim como as decisões, as alegrias...
    Muito belos os seus versos. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

REFLEXÃO

Já muito andei sem enxergar, sem ver, O que me fez e me desfez, a fome... "Ana" é o nome que alguém me deu, M...