Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Um Jardim

Imagem
Um jardim Pode tornar-se quase o mundo inteiro. As flores mudas falam aos olhos, E os ecos de suas vozes miúdas Ressoam no silêncio, Compondo uma nova canção Que as margaridas e as rosas interpretam.

Talvez alguém passe, e se pergunte: "O que há do lado de dentro?" E vá logo embora, se esquecendo, Absorvido pelas urgências, Sem saber que lá dentro, alguém está completo, Sem saber que lá existe um mundo.







Canção do Cansaço

Imagem
Canção do Cansaço







Às vezes Dá vontade de fechar as janelas, Dizer que não estou, Trancar as tramelas.
Sobre os ombros, O cansaço de mil anos Em que nada fiz, Em que, por um triz, Escapei de viver Nessa turba infeliz.
Olho em volta: Nas voltas que o mundo dá, As pessoas envelhecem E ficam tontas, Antes do tempo.
Às vezes, Eu sinto um cansaço Com gosto de asco; E então, eu me tranco, O tronco encolhido, De olhos fechados.




A Carne é Podre

Imagem
🙈🙉🙊



Diante das investigações da Polícia Federal, brilhantemente denominada " Carne  Fraca", fiquei pensando se é possível que desçamos ainda mais baixo, e a resposta é: sim. Infelizmente.
A carne é fraca, pois a mente é fraca. Os que estão sendo investigados nesta operação (falo dos grandes) levaram suas artimanhas adiante porque a carne de todos é fraca, inclusive a dos menores, que cumprem as ordens sem questionar, desde que recebam seus salários no final do mês.
Ora, se eles - os grandes - não tivessem trabalhadores braçais dispostos a levar adiante estas fraudes, ela não teria acontecido, pois eles mesmos não colocariam as mãos na massa a fim de encharcar os produtos com desinfetantes e outras substâncias cancerígenas e altamente prejudiciais à saúde. Todos aqueles que cumpriram ordens também são culpados, e mais ainda, pois o fizeram sabendo que seus amigos, vizinhos e entes queridos também seriam prejudicados, podendo ter a saúde afetada.
Quando alguém paga um matad…

1.641 POSTAGENS, desde 2012

Imagem
Finalmente terminei de 'etiquetar' minhas postagens neste blog; deu um trabalhão! Afinal, são 1.641 postagens. Separei meus escritos em:
-Contos -Crônicas -Interações & Homenagens -Ironias -Mensagens -Poesias -Reflexões -Sobre Livros & Filmes.
Há poucos contos, pois logo que comecei a escrever no blogger, abri um blog de contos, o Histórias. Há mais poemas e crônicas. As Ironias são textos sobre o que acho absurdo, engraçado ou irritante. Interações & homenagens contém, é claro, interações com outros escritores e homenagens - feitas ou recebidas. As mensagens são notícias sobre novos blogs e livros, e mensagens de Feliz natal, etc... As Reflexões são meus pensamentos mais íntimos, minhas opiniões e a maneira como enxergo o que me cerca. Sobre Livros & Filmes contém resenhas ou impressões sobre livros que li e filmes que assisti.
Acho que agora vai ficar mais fácil para encontrar seu tipo de leitura preferida.
Aproveito a chance para agradecer pelas mais de 193…

Andamos Sobre as Águas

Imagem
Andamos sobre as águas, O sal entre os cabelos, As ondas sob os pés Pisando a maresia, Sentindo as profundezas Nas solas, entre os dedos, Os olhos no horizonte, O pensamento, longe.
Sob os pés, os mistérios, Segredos abissais, Que a mente não alcança, Que a lógica não sente, E o fio curto e brando Da vida, entre os dentes, No meio do sorriso, No Mar do Eternamente...



MULHER

Imagem
Mulher,  Ícone de beleza,  Força e magnitude, Do bolo, a cereja, Da alça, o ataúde!
Mulher, Projeto de deusa, Rainha do lar, Mais linda que a Edileusa, Da Terra, o mar!
Mulher,  Símbolo de força, Da forca, a corda Rainha do destino, A chefe da horda!
Mulher, Santa peregrina, Poderosa e delicada, Mãe, esposa, filha Da mãe que a pariu, Orgulho do Brasil!
.

.

.

. Gente... Me poupem.



Por que?

Imagem
A pior pergunta Que vem com a noite, Caída sobre a moita, Do céu, vindo em gotas Descansando, indiferente, À beira da calçada Observando os passos Dormentes, apressados Que dela não se ocupam.
A pergunta mais tola, A arrasadora, Que sai pelas chaminés Das fábricas imensas, É servida nas marmitas Sem pensar, engolida Assistida nos filmes -Retratos da vida.
A pergunta inclemente, Nos ônibus e trens, Nos supermercados, Nos blogs, nos sites, E nas homenagens, Escrita em listagens, A mais evitada.
Pergunta impertinente, Rói dentro da gente, A desafiadora, Que não tem resposta, A não ser, mais uma Pergunta encarnada Que, desencarnada, Não quer dizer nada.




Solidão

Imagem
Pôr-do-sol. Solidão. O homem sentado na pedra, Olhando o mundo, A multidão cega.
Chuva cai. Solidão. Palavra tatuada na pele, Escrita na pedra, Presa na garganta, Não há redenção. Solidão.
Anoitece. Solidão. O homem pregado na Cruz, A luz se apagando No fundo, no mundo, Um lume assume o comando.
O povo errando, De mãos dadas, Ilusão. Solidão.




Cópia

Imagem
A mente Mentia, Era uma cornucópia Profunda, Vazia.
Palavra cortada, Folha rasgada Pensamento Que não refletia.
Memória estagnada, A rosa roubada Que não tinha Perfume Nem lume.
Heresia, Apenas mania Seu queixume.
Mirarava-se em vidro Que não refletia, Espelho sem aço, Partiu-se em estilhaço Ao fim do dia.
Não sei se foi pena; O absurdo comove E as coisas se movem No fundo do fosso,
Na lama do esgôto Que sempre surgia Ao abrir da sua boca Que nada dizia.
Queria ter fome, Porém - curioso! Matara o apetite Que a satisfazia.
Ninguém teve culpa, A não ser a boca Que um dia, cuspiu A tal profecia.