quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Dentro




Dentro de cada pessoa
Existe um quarto vazio,
Que mostra uma paisagem fria
Onde raramente chega
A luz fraca de um dia.

Existem estradas longas
Já há muito abandonadas,
Estradas por onde passamos
Mas que deixamos para trás,
E nunca mais foram trilhadas.

Dentro de cada pessoa,
Existem portas entreabertas,
E mil janelas fechadas.

Dentro de cada pessoa,
Existem rios que correm
Caudalosos, carregando
As saudades afogadas
Para um mar que não sabemos.

Existem casas desertas,
Por onde ninguém mais passa,
E onde ninguém mais mora,
A não ser nossos fantasmas.

Dentro de cada pessoa
Existem muitas perguntas,
Que por medo ou precaução
Jamais foram formuladas.

As respostas, me disseram,
Vão com os rios caudalosos,
Que desaguam, cedo ou tarde,
Em imensos oceanos,
E escondem-se nas trilhas
Dos caminhos misteriosos,
Nas casas abandonadas
Por trás das janelas fechadas,
E das portas que trancamos.





6 comentários:

  1. Bom dia, lindo poema, seu dom poético encanta-me, cada um de nós tem o seu lado vazio e cinzento, o viver dia após dia, mesmo com todos os percalços, temos o direito e o dever de preencher-nos com todas as belas cores da vida para assim vivermos repletos de felicidade intensa.

    Votos de feliz natal em família,
    AG

    ResponderExcluir
  2. Muito verdadeiro e reflexivo.

    bjokas e um abençoado natal pra vocês =)

    ResponderExcluir
  3. Que reflexão. Sempre há um mistério em nós. E muitos preferem se esconder atrás dos rótulos , das paredes do receio e da precaução. O mistério reside até onde nem imaginamos, tem muita gente com as águas turvas da alma de propósito, pra ninguém enxergar a profundeza.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom! Dentro de nós é assim... tem gavetas... rios... portas entreabertas, fechadas... tem dia... tem estrelas... saudades,,, vontades, Depende de como cada um vai chegar para ter acesso e a ter direito ou não a tantas variantes. FELIZ NATAL!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana
    Dentro de nós tem muitas coisas guardadas, muitas perguntas sem respostas. Depende de nós externar o que nos faz mal, abrir portas e janelas e deixar sair o velho para o novo entar
    Que neste natal e em todos dias do próximo ano passamos fazer de Jesus nosso melhor amigo, pois ELE é o maior motivo do Natal e da nossa existência.
    Feliz natal pleno de amor e harmonia e um ano novo de paz, amizade, humildade e sabedoria
    Beijos com imenso carinho,
    Gracita

    ResponderExcluir
  6. O que vai dentro deste coração Ana, são mesmos muitos mistérios. O que leva nossas emoções que desaguam em rios que se perdem no caminho do mar e erram pelas planícies com sede de quedas que lhe dão energias.É preciso reencontrar o caminho e seguir seu leito.
    Uma maravilha de poesia com reflexão profunda da essência humana com todas as suas mazelas.
    Abraços com carinho.
    Bjs de paz.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Mandrágora

Teu Nome – raiz de mandrágora Perpassando o meu caminho, Me fazendo tropeçar... Um dragão adormecido Em isolada cave...