segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

ABORRECIMENTOS







Aborrecimentos

Nessa minha vida
Não há mais espaços
E nem sequer tempo
Para tormentos voluntários.

E os involuntários
Que também são
Contratempos,
Eu deixo de lado,
Levados pelo vento.

Um gesto de mão,
Um olhar de passagem,
E eu deixo para trás,
Seguindo viagem.

A mesma paisagem,
Sob olhares diferentes,
Pode ser o céu,
Ou pode ser o inferno.

Nem todos os verões,
Ou todos os invernos
Mudarão aquilo
Que o outro sente.

A mesma paisagem,
A pele que sangra,
Num mesmo colar,
Diversas miçangas.

A mesma viagem,
Mas as estações
E as disposições
Sempre divergentes.





19 comentários:

  1. Sem aborrecimentos e a promessa de vida em nós mesmos ...

    Feliz 2018 Ana e a todos os seus ...

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Poema maravilhoso. Gostei muito de ler.
    .
    Quer ler?: * Teu Sorriso ... Minha Doce Inspiração *
    .
    Deixando cumprimentos
    Bom dia

    ResponderExcluir
  3. Na viagem que é a vida, encontramos caminhos diversos. É preciso saber escolher... Gostei do poema.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. 'os' que nos desagradam ocorrem todos os dias nas mais diversas situações; às vezes lugares, coisas, pessoas comuns nos deixam aborrecidos ,quando nas outras nos encantam; ...não tem como controlar, evitar ou fugir , só aceitar e resolver de maneira rápida e definitiva ou optar em realmente não se aborrecer com nada...obrigado Ana! Belos dias!

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do poema, Ana.
    Atendendo ao lema, «não vale a pena chorar sobre leite derramado», tenho poupado muitos aborrecimentos e tormentos...
    Um 2008 pleno de determinação, sucesso, realizações e contentamento.
    Saudações internautas.
    ~~~~~

    ResponderExcluir
  6. São viagens e travessias que precisamos enfrentar, muitas vezes para distanciar o que não nos agradam, ou mesmo parecendo ser bom não nos faz bem! Lindo

    ResponderExcluir
  7. Olá Ana,há tantas coisas que nos desagrada, não é mesmo? mas é possível evitar tais aborrecimentos. Versos soberbos!

    bom início de ano e semana!
    Bjss!

    ResponderExcluir
  8. Ana a poesia é A VOZ
    DA ALMA.
    é A PALAVRA ESCRITA QUE SE
    TRANSFORMA PRATICAMENTE EM
    PROFECIA.
    Linda poesia.
    Bjins
    CatiahoAlc.do Blog
    https://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Que poema bonito! Gostei bem do começo: não há mais espaços para aborrecimentos. Beijos, boa semana!

    ResponderExcluir
  10. Os aborrecimentos sao inevitaveis, fazem parte da vida... escolher qual realmente necessita atençao e qual deve se relevar é agir com sabedoria...
    O poema é sensato...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  11. OI ANA!
    PURA VERDADE! MUITAS VEZES NOS SURPREENDEMOS AO ESTARMOS VENDO ALGO QUE PARA NÓS, É EXATAMENTE O QUE PENSAMOS VER E CHEGA ALGUÉM E NOS MOSTRA UM LADO, DA MESMA COISA COMPLETAMENTE DIFERENTE ENTÃO, DEIXAR PARA LÁ É O MAIS RECOMENDADO. ABORRECIMENTOS SEMPRE OS HÁ, DEIXÁ-LOS PARA TRÁS É A PEDIDA.
    MUITO BOM, AMIGA
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Uma verdade expressa numa belíssima poesia, amei!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  13. Seus versos, demonstram,minha querida, Sabedoria...
    Sempre bom te ler, Ana... que este ano te seja cheio de alegrias, amiga, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  14. Ana, gosto tanto das suas poesias! Sempre consegue expressar o que vai fundo na alma! De fato chega uma hora na vida que deixamos muita coisa pra lá, não por covardia ou comodismo, mas por perceber que cada um tem sua opinião, seu tempo de amadurecer, de entender as coisas...Um beijo pela bela poesia!

    ResponderExcluir
  15. Bonito momento de poesia, querida amiga Ana Bailune, digno de uma poetisa de elevada craveira, como te reconheço.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Vive-se e aprende-se.
    Perfeita inspiração Ana e que me faz entender o seguinte e creio que corretamente.
    Abraços e que os incômodos sejam dizimados no nascedor.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Vamos Arrumar a Casa!

Vamos Arrumar a Casa! De vez em quando, é uma boa ideia; afinal, se nós vivemos dentro de uma casa, e ela é...