sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

A DITADURA DA FELICIDADE

 


 

É sempre assim: se eu posto uma foto em minhas redes sociais sem estar sorrindo, alguém sempre pergunta: “Mas por que você está triste?” Ou então comenta: “Sorria!” Então eu percebo que ser feliz – e principalmente, demonstrar felicidade, o que não significa necessariamente ser feliz – tornou-se quase uma ditadura nos dias de hoje. Existe uma competição pelas fotos mais maravilhosas das últimas férias, as roupas mais bonitas, o final de semana mais descolado.

A maioria das pessoas navegam pelas redes sociais e, ao deparar com as imagens fabricadas de vidas perfeitas, começam a pensar que suas vidas são desinteressantes; mas em uma foto, a gente pode colocar o que quiser! Então, basta forçar um sorriso no rosto, criar um cenário bonito, e pronto: você se torna instantaneamente uma pessoa feliz.

Nos canais do YouTube a gente também encontra uma quantidade infinita de vídeos ensinando como ser totalmente feliz e como conquistar todos os objetivos da sua vida através do pensamento positivo. Como se fosse possível conquistar todos os nossos desejos ignorando o fato de que a nossa vontade cruza o tempo todo com as vontades alheias.

Hoje, em uma de minhas aulas, usei um texto que nos ensina a como nos tornarmos miseráveis e infelizes – uma alusão ao que não fazer se você quer ser realmente feliz. O autor do texto, cujo nome desconheço, infelizmente, disserta sobre três coisas; resumindo:

1- Seja o mais voltado para si mesmo que puder: fale sobre si mesmo, pense em si mesmo e viva para si mesmo;

2- Enxergue-se como uma vítima das circunstâncias;

3- Fique o tempo todo ruminando sobre as coisas ruins que aconteceram no passado.

É claro que fazer as coisas acima compulsivamente, tornando-as um hábito, é nocivo para a alma, mas quem não amarra um bode de vez em quando? E o que há de errado em fazer isso quando nos sentimos mal por causa de algo que nos aconteceu? Não podemos controlar tudo, e nem acho que devemos. Acredito que bloquear emoções e posar de pessoa feliz o tempo todo pode ter efeitos catastróficos a longo prazo.

Quando eu estou triste, eu fico triste; quando estou alegre, eu fico alegre – embora a minha alegria não tenha nada a ver com demonstrações efusivas de queima de fogos pela minha satisfação. É uma coisa que tem mais a ver comigo mesma ou com a pessoa ou pessoas envolvidas.

Essa obrigação em ser feliz, em ter pensamento positivo, em ser o mais perfeito possível, em ser um “ser de luz” altamente espiritualizado o tempo todo, é abominavelmente chata. Quem nunca viu guru descer do salto, que atire a primeira pedra.




 

 

 


14 comentários:

  1. Olá, querida amiga Ana!
    Parabéns pela lucidez. Ontem mesmo escrevi no Escritos da Alma algo similar ainda que diferente.
    Não temos obrigação de fazer de conta que somos felizes e sim se não ter medo nem vergonha de mostrar que o somos porque de fato o sejamos.
    Muito bom.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Você est[á certíssima, Ana. Eu procuro sorrir em fotos porque se não o fizer fico com cara de brava rss. E isso me incomoda. Do mesmo jeito que alguns se mostram eternamente felizes, há os que só se colocam em posição de eternas vítimas. Muito boa sua crônica. Que seu Natal seja muito abençoado, ao lado dos que lhe são queridos. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Falaste tuuuuuudo,Ana! Na real ,nunca conseguimos agradar a todos,rs... Por isso, vamos ser felizes sem esperar nada dos outros. Sabemos como estamos e deixa que pensem ou não! FELIZ NATAL,desde já, tudo de bom pra ti e teus bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Querida Ana, reflexão sobre as formas que as pessoas querem aparentar, custe o que custar e ser alegre é algo que já está na mente, pessoas otimistas o são sempre, não é pensar positivamente.
    Sempre há os que amam serem vistos como felizes pelo fato do sorriso, mas como disse a Marilene, há os que adoram se posicionarem de eternas vítimas, o equilíbrio seria muito bom, pois há dias bons como dias ruins, eu não gosto de falar e mostrar as coisas ruins, pois são passageiras, tudo passa, ainda bem!
    Amei ler, abraços apertados com votos de Feliz Natal!

    ResponderExcluir
  5. Excelente reflexão. A vida é feita de dualidade e há momentos de tristeza e outros de alegria. Saibamos apreciar os momentos de felicidade quando eles nos tocam.
    Tenha um Feliz Natal 🎄 pleno de saúde, paz e amor.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Um texto muito reflexivo. Para mim alegria e felicidade não são a mesma coisa. A felicidade é feita de momentos alegres, é verdade. Mas é possível ter alegria em todos os momentos?
    Desejo que tenha um Natal com conforto e um ano de 2021 com saúde e paz.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. No dia que comemoramos o nascimento de Cristo, desejo que no seu coração renasçam a esperança, a fé e a paz. Feliz Natal! Que você possa viver esta época natalina em plena alegria, e na companhia da sua família. Que o amor e todos os bons sentimentos prevaleçam sobre o materialismo dos presentes. E que Deus conceda a você e toda sua família muita felicidade e saúde o ano todo. Tenha um Natal abençoado!

    ResponderExcluir
  8. Oi querida,
    Eu sou o seu avesso.
    Não gosto de falar de mim, gosto de bater papo saudável.Não quero aprender mais nada, pois aqui em casa estamos num belo regime(os três:Eu, Marido e Filho).
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  9. ❤️Natal, é amor em ação. Toda vez que nós amamos, toda vez que nós doamos, é Natal❤️

    Bom dia de domingo, querida amiga Ana!
    Hoje venho especialmente para lhe desejar um Feliz Natal como puder passar, amiga.
    É tempo de simplicidade e alegria.
    Muito obrigada por tudo neste ano.
    Seja muito feliz e abençoada!
    Bjm carinhoso, fraterno e natalino

    ResponderExcluir
  10. Gostei de ler e concordo consigo...

    MESMO ASSIM, ATREVO-ME A DESEJAR-LHE...

    FELIZ NATAL E UM ANO NOVO FELIZ.

    Todos sabemos que se trata de ser, em geral, feliz.

    ABRAÇO, ANA. ✨🏠🌲🌈
    ~~~~

    ResponderExcluir
  11. Ser feliz é muito simples: basta aceitarmos o que temos e somos, ainda que sem deixar de querer mais e melhor.
    Querida amiga Ana,
    FELIZ NATAL, dentro do possível e em segurança.
    Confina-te mas não te feches, infeta os outros de esperança e promove o contágio da justiça social.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Oi Ana receita é boa pra bolo, pra vida não funciona, mas vende, os tais "gurus" estão ricos explorando este negocio; se tivéssemos domínio da situação, tenho certeza que 99 % das mulheres não teriam TPM, menopausa, mas todo mês ela esta lá, nos mostrando que existe mais coisas entre o céu e a terra, do que supõe nossa vã filosofia.
    Feliz natal, muita paz e saúde, beijos,Vi

    ResponderExcluir
  13. Ana, tudo bem?
    Puxa que postagem triste! Você tem que postar coisas mais felizes. Pesquisa no youtube que tem como fazer isso.
    Kkkkkkkkkkkkkkkk. Estou brincando!
    Amiga, você está totalmente certa. Sabe nos anos 80 tinha um cantor considerado brega de nome Odair José, que cantava uma música que dizia: Felicidade não existe, o que existe na vida são momentos felizes.
    Tem hora que eu concordo com ele, assim como concordei com você!
    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  14. Concordo com você! Esta cultura da felicidade tira o foco das coisas que realmente importam na vida. E o pior, deixa as pessoas sem saber lidar com a tristeza o que causa um problema ainda maior.

    Belíssima reflexão!
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Parceiros

VOZ

    Voz que viaja, se erguendo De sustenido a sustenido Mas nunca chega a um par de ouvidos.   Voz que se eleva, e que grita, Aflita, inflam...