sexta-feira, 4 de outubro de 2019

TUDO BEM








Dois dias de aulas desmarcadas e repouso. A gripe me pegou, e estacionou em minha garganta, me impedindo de dar minhas aulas. Hoje eu estou voltando devagar. Está tudo bem.


Mas sou daquelas que pensa que todos os momentos da vida devem ser aproveitados, até mesmo os piores. Febril e com a garganta ardendo, pude colocar em dia a minha lista de filmes a serem assistidos. Foram horas intermináveis deitada no sofá do quarto, conhecendo personagens e entrando nas histórias a fim de disfarçar a realidade do momento, que estava bastante dolorida. E o filme de ontem à tarde foi uma história baseada em fatos reais.


É claro que eu não me recordo do título, mas a história fala sobre duas meninas adolescentes que o destino infelizmente uniu. Uma delas é linda e talentosa, uma bailarina. Tem uma família amorosa, muitos amigos e um namorado lindo e apaixonado. A segunda menina é desajustada, está acima do peso, não é bonita e sofre de depressão e eplepsia; seus pais acabaram de se separar, e ela ouve uma conversa da mãe com uma amiga na qual ela diz que o pai foi embora porque já não conseguia aguentar a menina.


Um dia, a menina feia olha pela janela e vê sua linda vizinha bailarina dançando para a família. Ela fica fascinada, e passa a elaborar um plano para transformar-se nela. É claro que isso significa que a outra deve morrer. Assim, ela dá asas à sua imaginação invejosa e passa a elaborar um plano macabro para acabar com a outra. Infelizmente, ela é bem sucedida.


O filme termina com a menina bonita sendo sepultada entre as lágrimas da família, e a menina feia indo parar em um manicômio. Dá um nó na garganta saber que o filme foi baseado em fatos reais, em coisas que realmente aconteceram. A inveja e uma coisa perigosa, embora a maioria das pessoas prefira achar que é apenas um sentimento ruim sem maiores consequências.


A inveja é a causadora de todas as tragédias, pois ela está unida a sentimentos como ciúmes, mentiras, competição e possessividade. De todos os males liberados pela caixa de Pandora, com certeza este é o pior de todos.


A inveja está naquele olhar que nos examina enquanto estamos distraídos e derrama-se sobre nossas roupas. Ela especula sobre nossas vidas, quer buscar informações sobre nossas posses, onde moramos, onde trabalhamos, quanto ganhamos. Ela também está nas redes sociais, nas fotos compartilhadas que são observadas compulsivamente por pessoas que dedicam horas a tais atividades. A inveja está na mulher mal-amada que cobiça o marido de outra. 


Em todas as situações conflituosas entre as pessoas, ela estará lá: a Dona Inveja, sentada à cabeceira daquele que espalha tragédias e maledicências, ditando regras e estabelecendo atitudes maldosas. E ela não sossega enquanto não ver destruidos os seus alvos, ou enquanto não for detida através de atitudes de confrontamento e exposição.

Porque o mal cresce e prospera no silêncio. A partir do momento em que alguém acende a luz, expondo a sua feiúra, ele age como os vampiros ao sol:seca e dissolve-se em si mesmo. 

Pena que as meninas bonitas às vezes confiam demais nas meninas feias - e eu não falo aqui de beleza física.







14 comentários:

  1. Um sentimento que sempre tem consequências, por vezes avassaladoras.
    Melhoras para você Ana.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Inveja e olho grande sempre fazem mal, mas pior pra quem os tem,né? Boas melhoras e é bom mesmo não se entregar! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. O importante é o facto de já sentires melhoras, querida Ana !
    Quando estou d cama, não quero ninguém no quarto.
    Não leio, nem vejo TV...

    Beijo grande e põe-te fina e fresca !

    ResponderExcluir
  4. O fim é inevitável!
    Beijo, querida Ana. Obrigado pela sua visita e comentário.
    Jorge

    ResponderExcluir
  5. Há uma inveja monstruosa da qual devemos ter o maior cuidado.
    Beijo
    ~~~

    ResponderExcluir
  6. Ana ,
    Desejo melhoras.
    Eu por falta de tempo para
    ficar na cama em descanso
    fiquei mais tempo sem ficar 100%.
    A tosse irritante foi a ultima a ir embora.
    Quanto ao filme quero assistir.
    Eu tiro um dia por semana para
    ver filmes e series que aprecio.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga Ana, baseado em vida real, nossa, isso sim dá mesmo pra nos fazer chorar junto, assistir a desgraça provocada pela terrível inveja!
    Inveja é sentimento narrado no livro mais lido do mundo, a Bíblia, seu estrago em suas vítimas é mesmo, como diz nosso amigo em comum, o Paulo, avassalador!
    Mas como diz, a também nossa amiga, a Chica, acho que quem sente inveja é o que é mesmo um terrível ser sofredor!
    Boas melhoras da sua gripe querida amiga!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
  8. Mais uma vez um texto muito reflexivo. Realmente a inveja é um defeito terrível e cada vez mais muito disseminado. Gostei de a ler.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. A inveja é um privilégio do pobre de espírito e mal amado. Belo e profundo o teu texto Ana. Parabéns! Desejo que sares o mais rápido possível.

    Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

    Furtado

    ResponderExcluir
  10. Ana,
    A inveja infelizmente destrói, nos pega desprevenidos, agindo silenciosamente...
    Desejo melhoras!
    Beijos e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  11. Querida Escritora / Poetisa, Ana Bailune !
    Agora, dominada a Gripe, depara-se com este terrível
    sentimento, por ti, narrado.
    Caso o invejoso não morra, morre o infeliz do invejado...
    E não adianta reza braba e amuletos.
    Parabéns pelo alerta, uma ótima semana e um fraternal
    abraço, Amiga !
    Sinval.

    ResponderExcluir
  12. Olá Ana querida

    Nem preciso falar novamente o quanto gosto dos seus escritos né?
    Concordo com tudo que você disse, a inveja é o pior dos sentimentos e transforma as pessoas em seres abomináveis.


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

QUANDO OS GURUS PERDEM A CABEÇA

Oi pessoal! Este é meu novo vídeo no canal Espiritualidade na Lata. Nele eu falo (como diz o título) nas situações em que os gurus pe...