quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Como Começar a Construir Frustações


Daí, de repente você olha as pessoas perfeitas do comercial de TV e começa a pensar...


Então... o Youtube está cheio de personal coaches e spiritual coaches . Até eu abri meu canal por lá, o Espiritualidade na Lata - sendo que não o fiz para tentar colocar nada na cabeça das pessoas, mas para tirar certas coisas que às vezes entram e tornam as nossas vidas miseráveis sem motivos reais. 

Sempre sinto um calafrio na espinha quando assisto a vídeos onde os coaches afirmam o seguinte: "Você pode tudo! Se ainda não atingiu o seu potencial e conseguiu tudo o que quer, é porque está no caminho errado." Bem, eu concordo até "Atingir o potencial." Todos nós temos potencial para fazermos muitas coisas, baseados em nossos talentos e esforços pessoais. Mas quando chega na parte do "conseguir tudo o que quer," eu tenho minhas resistências... ninguém pode conseguir tudo o que quer, e faltar alguma coisa na vida é algo comum a todos nós. O problema é onde focamos: no que nos falta ou no que temos? No que podemos conseguir (nossos sonhos possíveis) ou em objetivos intangíveis?

Vejo pessoas dedicando seu tempo e suas vidas a tornarem-se algo para o qual não têm o talento necessário. Com esforço, até poderão chegar lá - mesmo que não se tornem realmente bons no que fazem -, mas valerá a pena, quando poderiam focar em um talento natural e atingir o seu total potencial ? Um bom exemplo sou eu mesma: quando criança, queria ser bailarina. Até consegui entrar para uma escola de jazz, mas eu era tão ruim, que dava pena.

O tempo passou e pensei em tornar-me cantora; até que eu canto direitinho, mas não sou e  nunca serei uma cantora talentosa, com um dom natural, e mesmo que nos dias de hoje haja muitos cantores que não cantam, prefiro ser uma professora de inglês que sabe ensinar inglês muito bem a uma cantora que engana bem. Posso cantar no banheiro, onde não incomodo ninguém.

Ok, eu creio na força do pensamento; mas não creio na força da teimosia. Existe um momento para parar de tentar quando batemos a uma porta que não quer se abrir. Se já tentamos outras estratégias, então é a vida que está impedindo que a porta seja aberta - talvez para nos livrar de um grande engodo ou sofrimento. Vamos bater à porta seguinte. Mas tem gente que fica batendo à mesma porta a vida toda, e se tornam frustrados e infelizes, daquele tipo de gente que está sempre reclamando e invejando o que os outros têm. Triste...

Há coaches e líderes espirituais que vivem a dizer a pessoas que estão doentes que, se elas não se curaram ainda, é porque estão fazendo alguma coisa errada. Mas quando eles mesmos adoecem, ao invés de usarem a força do pensamento positivo, vão se tratar no Copa 'Dor. Muito fácil chegar para alguém que more em uma favela e ganhe um salário por mês e dizer que ele pode fazer tudo; mas é necessário explicar também que sem trabalho duro e dedicação, sem contornar obstáculos, vencer preconceitos e fazer um trabalho hercúleo a fim de superar suas limitações, ele não chegará a  lugar nenhum. Nem todos estão dispostos a tais sacrifícios, porém. Mas isso não significa que não possam ser felizes do seu jeitinho.

Li certa vez a chamada para um livro que ensinava como tornar-se milionário antes dos sessenta anos. Ao ler o livro, vi que se tratava de sacrificar toda a sua juventude a fim de desfrutar de tal conforto em idade avançada (sendo que não há nenhuma garantia de que você de fato chegará lá): "Pare de tomar cafezinhos," o livro sugeria, mostrando o quanto se economiza em vinte anos se pararmos de tomar café. Também sugeria não comprar roupas novas, mas apenas em bazares, não viajar, não dar presentes caros, economizar na comida, morar em um lugar bem abaixo do que seu salário pode pagar, guardar a maior parte do dinheiro que ganhar, casar com separação de bens, etc...

Notou que, a fim de ser um milionário antes dos sessenta, você precisa desistir das melhores coisas da vida e da maioria dos prazeres da juventude?

Vão catar coquinhos. Eu quero tomar café e sorvete, almoçar em restaurantes de vez em quando, viajar, gastar meu dinheiro em livros, roupas, coisas bonitas para a minha casa, presentes bonitos para quem eu amo, enfim, eu quero mais é viver! Bem, eu não ficaria triste se me tornasse uma milionária, mas desde que eu não tenha que viver uma vida miserável durante anos e anos para conseguir.

Meus sonhos são reais, meus objetivos são tangíveis. Quero as pequenas coisas, as médias, e de vez em quando, as grandes coisas da vida. Estas últimas vêm como um presente quando a gente merece e sabe agradecer.


ps: Hoje tem postagem nova no meu blog de Tarôt! Com esta postagem, finalizo os 22 Arcanos Maiores.

Eis o link:


O CAMINHO DO APRENDIZ






7 comentários:

  1. Boa tarde de paz, querida amiga Ana!
    O mundo material não me atrai de forma alguma. Aliás nunca me atraiu senão tinha parado de andar descalça na areia da praia, desistido de ver um pôr do sol espetacular, de nascer com o sol da manhã, espetáculo insubstituível, e outras tantas belezas da vida...
    Trabalhei muito até me aposentar, não fiquei rica, mas agora, há muitos anos, posso estar me cuidando no quesito leveza de vida...
    também gosto de cantar no coral e no banheiro ou no quarto ou na sala... rs...
    Não quero nada com fama... aliás, ficar no pico me desgasta. Não gosto, fico ansiosa... aprecio muito 'ser do bando'... fazer parte do conjunto (mas não sou maria vai com as outras, rs)...
    Dou tudo de mim até meu potencial... isso eu gostei muito de ler aqui também... não extrapolo para me matar em vida em nada... tudo tem limite pessoal em todos os níveis nossos.
    Muito boa postagem , como sempre, com substância...
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Exatamente como sinto a vida, tudo tem de ser bem vivido no aqui e agora, com algumas providências para o futuro, mas nada de deixar a vida passear em brancas nuvens, crer em nós mesmos, talvez seja a melhor forma né amiga?
    Amei lar aqui, como Sempre!
    Abraços apertados.

    ResponderExcluir
  3. Tu falaste tudo muito bem,Ana! Quem tem cabeça mais fraca, tem um leque de possibilidades de frustações... Há que cuidado se ter! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Interessantes estas "mandingas" para ficar rico! As de amor não ficam para trás, são bem encrencadas...
    Grande abraço, Ana!

    ResponderExcluir
  5. "Meus sonhos são reais, meus objetivos são tangíveis. Quero as pequenas coisas, as médias, e de vez em quando, as grandes coisas da vida. Estas últimas vêm como um presente quando a gente merece e sabe agradecer." É assim mesmo minha Amiga. Tudo o resto é resto…
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Olá Ana
    Ótimo texto. O essencial está nas coisas simples da vida, muitos só procuram riquezas materiais e percebem que isso não traz felicidade. Bjs querida.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Dia da Fotografia

Ontem foi o Dia da Fotografia, e eu me esqueci dele. Além disso, estive ocupada o dia todo, e não pude dar atenção às coisas virtuais c...